Buscar
  • Mateus Francisco

O Perfume Brasileiro Sentido no Mundo



O perfume é, sem dúvidas, um cartão de visitas de toda pessoa que usar, no seu trabalho, na faculdade, em um encontro ou na academia, além de ser um dos produtos mais versáteis que o ser humano criou ao longo de sua história. Para cada tipo de pessoa, existe uma fragrância que o descrevem e os caracterizam, deixando a impressão de que aquele cheiro tem a sua assinatura. De acordo com o blog da loja Sephora, a diversidade de odores é extensa: existem perfumes amadeirados, florais, frutal, aromático, entre outros, tudo isso com a finalidade de atingir os mais diversos gostos.



A História do Perfume no Mundo:


O perfume foi muito utilizado no período do Egito antigo para diversas finalidades, como aromatizar as pessoas da região, certos objetos para destacá – los, para prestar suas homenagens aos antigos deuses e para preparar as pessoas que faleceram para o pós vida.

Com o passar dos anos, os perfumes tiveram contato com outras culturas, adicionando algumas funcionalidades para essa especiaria. Na chamada Idade média europeia, algumas fragrâncias eram usadas pelos médicos da época para disfarçar o mau cheiro presente em pessoas doentes durante a peste negra, os mesmos acreditavam que a enfermidade era passada pelos odores, por isso, era fundamental que usassem algo que modificasse o aroma. Na Índia, as mulheres passavam diversas horas em banhos perfumados ou untavam seus corpos com óleos divinais, sendo um dos seus maiores prazeres. Já na China e no Japão, os perfumes eram utilizados para pulverizar os Kimonos, em vez do corpo.

De acordo com Guilherme Rudnitzki, autor do site perfumes, com as diversas transformações propostas políticas, ideológicas e filosóficas do renascimento, houve o surgimento, na Europa, da indústria da perfumaria, o que aumentou o uso do produto para a população, criando um nicho que só aumentou com o passar dos anos. Com a evolução tecnológica advinda da modernidade, pôde-se criar novos perfumes, a partir de odores sintéticos, aumentando cada vez mais, a gama olfativa desse produto.


Mercado de Perfumes no Brasil:


Em 2014, a Forbes fez uma matéria e listou o Brasil como o maior mercado de perfumes do mundo, com grandes marcas sendo importadas para o país e para o consumo da população. Não só isso, mas foi um momento para marcas brasileiras também ganharem seu destaque, como Natura e O Boticário. Com o fortalecimento da internet e das redes sociais, pequenas marcas puderam aumentar suas vendas, através de engajamento e conquistando nichos específicos, como de pessoas que procuram saber em que foi testado esses produtos, por exemplo. Atualmente, de acordo com o mercado Euromonitor Internacional, perdemos o antigo posto e somos hoje o 2º maior mercado, atrás apenas dos Estados Unidos da América.


Nos anos entre 2013 a 2018, pode-se observar um bom aumento de 24,5% no valor das vendas, o que pôde nos mostrar que o mercado de perfumes está bem aquecido, mesmo com as crises que o Brasil enfrenta. Apesar de pequenas empresas conseguirem pegar uma fatia desse nicho, podemos observar que grandes empresas constituem 47,8% dessa área.


Conforme o Euromonitor Internacional, há uma tendência de novos meios de venda e obtenção de novos compradores com engajamento digital, posicionamentos das empresas referentes a minorias sociais e o uso de produtos orgânicos e naturais, o que nos mostra uma realidade diferente da que nos apresenta atualmente. Isso se deve pela própria mudança da sociedade referente à essas questões, impactando diretamente no seu modelo de compra.


O engajamento digital está muito presente nas estratégias atualmente, porém pode ser um tema muito complexo. Nós temos um artigo que fala sobre o e-commerce, de maneira mais prática e de fácil compreensão. Basta clicar aqui e conferir!



Exportação de Perfumes Brasileiros


Apesar de um mercado extremamente promissor e com projeções que afirmam que esse nicho pode crescer cada vez mais, observa – se, de acordo com o site Fazcomex que a nossa balança comercial está deficitária, ou seja, nos importamos cada vez e temos pouca exportação. Apesar desse cenário, os compradores são bem variados, com mercados árabes, que 15% deles consomem produtos de perfumaria advindos do Brasil, países latinos – americanos, como Peru, Equador, Colômbia, Países da Europa, como França, Portugal e Bélgica, além dos Estados Unidos.


Para ser exportado, o perfume precisa passar por testes de qualidade, se atende os pré-requisitos básicos de saúde e segurança para a população. Esse processo é regulado pela Agência de Vigilância Sanitária (também chamada de ANVISA), que tem um processo rigoroso de teste de qualidade para ter um produto de qualidade circulando no Brasil e sendo exportado. Além da parte qualitativa, existe os ritos legais que precisam ser feitos para se fabricar, produzir e exportar para outros países.



Como a XPORT Jr. Pode Ajudar Você a Exportar Seus Produtos?

Apesar de ser um nicho que está em crescimento, o mercado de perfumes pode ser muito complicado para conseguir todas as informações, como conseguir colocar o seu produto para a exportação, quais são os melhores locais para oferecer o produto e quais são as dificuldades para entrar nos outros países. Para todos esses desafios você pode contar com a XPORT Jr. Consultoria e Suporte Internacional, que há 10 anos oferece serviços de qualidade referentes à Análise de mercado internacional, Planejamento de Importação, Exportação, Prospecção de Mercado e muito mais, sempre de forma detalhada e que se adapte a sua necessidade. Não perca essa oportunidade e entre em contato conosco ainda hoje, seja para exportar perfume ou um outro produto, clicando aqui.

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo