Buscar
  • Gabriel Guilherme

Exportações De Mel: Compreenda Qual é a Importância Deste Mercado!



O mel, de abelha, é um dos produtos de maior consumo mundialmente. A busca por esta mercadoria e o investimento nas suas exportações ocorrem frequentemente, visto que ele é um alimento versátil, saboroso e muito rico em glicose e frutose, tendo sua utilização até mesmo para tratar disfunções em nosso organismo.


Você possui o interesse em conhecer mais deste mercado e, principalmente, o seu setor de exportações? Ao decorrer deste artigo será abordado este segmento, de forma que possamos elucidar todas as suas dúvidas!


De Antemão, Você Sabe Qual é a Importância Do Mel?


O mel é uma inestimável fonte energética que é utilizado por muitos como alimento, adoçante e medicamento. Em sua estrutura possui propriedades nutritivas, como os carboidratos de glicose e frutose. Além disso, este alimento também é composto principalmente por potássio, cálcio, ferro, sacarose, água, enxofre, magnésio, maltose, fósforo e vitaminas do complexo B.


Em sua cadeia benéfica, é importante destacar o quanto este produto auxilia no fortalecimento dos ossos, em vista da presença do magnésio e cálcio, que atua fortemente na fixação destes nutrientes na estrutura óssea o que conduz a um tratamento contra a osteoporose.


A ação deste produto na prevenção de afecções na saúde mental dos organismos dos seres vivos também é fortemente reconhecida, pois, ajuda no tratamento contra ansiedade e estresse. Ademais, sintomas do resfriado também são combatidos, assim como também a asma, bronquite e o entupimento nasal.


É imprescindível frisar o quanto o mel possui valores antissépticos, cicatrizantes e também de atuações a favor da imunidade, a fortalecendo e conduzindo uma maior resistência do sistema imunológico. Logo, um indivíduo que utiliza o mel de forma saudável (nunca em excesso, por conta da desestabilidade de fatores como a glicose e obesidade) raramente adoece.


Enfim, O Brasil Neste Cenário De Exportação!


O mel Brasileiro é bastante reconhecido no mercado internacional e suas exportações são bem populares, cerca de 60% do mel produzido é exportado. A Associação Brasileira dos Exportadores de Mel (ABEMEL) representa 80% de todas as exportações de mel brasileiro, tendo como papel principal, orientar os exportadores de mel a instigar o produto no exterior.


A apicultura brasileira também possui um adicional a mais nas exportações por conta da composição na produção deste produto, pois, as abelhas são africanizadas, contudo, mais eficientes e resistentes a adoecerem, e por este fator, os apicultores não utilizam nenhum tipo de medicamentos neste processo.


Um outro notório fator que faz com que o mel brasileiro tenha todo este reconhecimento e valorização é justamente a sua qualidade, que diferente de outros mercados internacionais. Nosso mel se distingue, principalmente, por sua produção não apresentar contaminações de metais pesados, resíduos de antibióticos, agrotóxicos e bactérias.


Atualmente, o maior consumidor das exportações de mel do Brasil é a América do norte, onde sua produção pode ser encontrada nas prateleiras de diversos mercados, o mesmo ocorre em territórios europeus, seguido dos asiáticos. Outrossim, toda a exportação do mel, sua venda, é feita em dólar, e esta regra é mundialmente aplicada quando se vai realizar a exportação deste produto.


A Tendência Evolutiva No Mercado De Exportação Do Mel Brasileiro


No ano de 2017, até o terceiro trimestre de 2019, houve um déficit nos valores arrecadados nas exportações. Isto ocorreu em consequência das maiores ofertas de mel por países asiáticos, contudo, a partir do 3° trimestre de 2019, os valores começaram a aumentar de forma gradual, o que se expandiu até o ano de 2020, onde o setor segue batendo recordes de 2019.


A produção brasileira de mel em 2018 atingiu um volume de 42.346 toneladas, o valor exportado totalizou 28.524 toneladas com uma receita de US$ 95.407 milhões. Em janeiro de 2019, o Brasil realizou a exportação de mais de 30.039 toneladas de mel, gerando uma receita de US$ 68.384 milhões.


Em 2020, no período de janeiro a maio, os valores obtidos foram compreensivamente maiores que nos outros anos, se comparado o período, atingindo um total de 15.562 toneladas, proporcionando um faturamento de US$ 23.912 milhões.


A importância do estado Paraná como líder nacional nas exportações se tornou um fator chave neste cenário, onde só no período de 2020 exportou cerca de 4.987 toneladas. Contudo, este estado não tem apenas as suas produções como origem para a exportações, visto que o Paraná compra os produtos de todos os estados brasileiros.


Ademais, a demanda pelo mel das abelhas tiveram um aumento em todo o mundo, demonstrando os novos hábitos das pessoas em consumir alimentos mais saudáveis. Na pandemia esses hábitos se intensificaram ainda mais, visto que a maior parte da população tem evitado aglomerações em restaurantes, mas, este comportamento alimentar já tem se desenvolvido muito antes deste período.


China, a Maior Exportadora Mundial Do Mel!


É inegável a reputação que a China possui como a maior exportadora de mel entre os mercados mundiais, este quadro se estende desde os anos 2000, produzindo em um total mais de 450 mil toneladas por ano, se tornando a 1° em um cenário mundial, porém, o seu mel é convencional, o que dificulta suas vendas em quesito de qualidade. O que se deve levar também em consideração os problemas com resíduos contaminantes e antibióticos aplicados nas colmeias para o combate de doenças.


O preço na venda do mel chinês também é mais barato no mercado internacional, o que faz a mercadoria deste país ser um fator que remete a competitividade, só em 2017, 27,2% de todo o mel produzido mundialmente foi composto exclusivamente pela China, a tornando um dos principais fornecedores para o continente europeu.


Como Eu Posso Exportar Meu Produto?


No decorrer deste artigo pudemos analisar a importância do mel e de seu mercado de exportação, tendo em vista o seu processo de expansão durante diversos períodos, principalmente, a crescente busca por este produto mundialmente. Porém, como faço agora para exportar? Quais são os documentos que preciso? Com o que devo me preocupar?


Visando isso, nós da XPORT Jr. - Consultoria e suporte internacional, lhe oferecemos uma consultoria especializada durante todo o processo de exportação, com a intenção de evitar dores de cabeça em documentações e leis desconhecidas para a efetivação destes processos! Por isso, entre em contato conosco clicando aqui.

341 visualizações0 comentário