Buscar
  • Elisandra Rangel

Exportação de Algodão: Conheça o Caso do Produto Que Já Exportou Milhares de Toneladas em 2021



O Brasil é um grande exportador no meio do mercado internacional e exportações como soja, petróleo e minério de ferro estão no início do ranking de produtos mais exportados pelo país. De fato, sabemos que a SOJA é um dos “carros fortes” brasileiros, pois observamos essa questão diariamente em jornais, revistas e sites de comércio exterior. Mas você sabia, entretanto, que existe um produto que foi responsável por cerca de 731,4 mil toneladas de exportações somente no PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2021? Caso não, embarque neste artigo conosco e venha conhecer um pouco mais sobre o ALGODÃO!


No dia doze de abril de 2021, a Associação Nacional dos Exportadores de Algodão (Anea) comunicou que os embarques de pluma avançaram 18% em comparação com os três primeiros meses de 2020, onde o Brasil foi responsável por 619,5 mil toneladas de exportações do mesmo. Além disso, o presidente da Anea, Henrique Snitcovski, relatou que “esse cenário faz com que a distribuição dos embarques de exportação fique mais equilibrada, diferentemente de anos anteriores, quando o volume embarcado representou 70% somente no 2º semestre do ano”, ou seja, um ótimo momento para investimentos nesse produto que tem um crescimento exponencial em evidência”.


Mas e o Cenário Interno Brasileiro?


O algodão é um produto que utilizamos no dia a dia. O mesmo pode ser aplicado para a remoção de esmaltes, confecção de tecidos e até mesmo para a preparação de chás. Segundo a Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (ABRAPA), o Brasil tem se mantido entre os cinco maiores produtores mundiais de algodão, ao lado de países como China, Índia, Estados Unidos da América e Paquistão. “O Brasil tem figurado também entre os maiores exportadores mundiais. O cenário interno é promissor, pois estamos entre os maiores consumidores mundiais de algodão em pluma.” - ABRAPA.


Além de um ótimo cenário interno relacionado ao Algodão, temos o produto entre as mais importantes culturas de fibras do mundo. A demanda do Algodão tem aumentado cada vez mais, e entre os principais importadores do mesmo, estão a China e os Estados Unidos da América. O Brasil já tem uma relação comercial de longa data com a China, fruto de grandes parcerias passadas, tornando a vantagem de exportar o produto ainda maior. Estima-se que o consumo mundial do produto seja de 117,85 milhões de fardos em 2021, comparado a 117,46 milhões de fardos em 2019/20.


Visibilidade e Estimativas Externas do Algodão


Por conta do recorde histórico em exportações no primeiro semestre de 2021, o algodão tornou-se um produto de grande referência e interesse no meio das exportações brasileiras. Henrique Snitcovski afirmou que “Essa regularidade (no fornecimento) traz credibilidade e segurança para que indústrias têxteis possam contar com o algodão brasileiro na composição de sua produção”. A “credibilidade” citada por Snitcovski está se consolidando aos poucos, como qualquer produto que surge no mercado e precisa conquistar a confiança de investidores. O Brasil, porém, já é o segundo maior exportador de algodão do mundo e deve terminar a safra de 2020/21 com um recorde de 2,3 milhões de toneladas.


“A temporada da safra 2020 está imprimindo o crescimento das exportações brasileiras de algodão e, consequentemente, elevando sua presença em diferentes mercados consumidores, com forte representatividade no comércio global”, afirmou também Snitcovski. Com isso, além de ter êxito nas exportações, o investimento na internacionalização do Algodão pode trazer uma consolidação da marca dos investidores que pretendem expandir suas empresas no mercado internacional, uma vez que o Brasil já está sendo referência global nesse segmento.


Diante de tantas informações e afirmações provindas de especialistas da área, conclui-se que estamos em um ótimo momento para investimento no mercado de algodão. A influência do produto e do Brasil frente a outras potências está em evidência e isso possibilita uma enorme visibilidade no que diz respeito aos exportadores brasileiros.


Ademais, uma das maiores características de um grande investidor é enxergar quando o mercado está propício para aplicações. “A China, maior importador mundial de algodão, segue como o principal destino das exportações brasileiras da fibra (algodão). Além do gigante asiático, Vietnã, Paquistão, Bangladesh, Turquia e Indonésia também figuram como os maiores compradores da pluma.” - Canal Rural. É perceptível o investimento que grandes países estão realizando no Algodão, que tem o Brasil como segundo maior exportador global do produto.


O Que Devo Fazer Para Exportar Algodão?


É indispensável que o investidor tenha certeza das questões burocráticas internacionais que irá encontrar, bem como os dados recentes acerca do seu produto e de quais serão os países ideais para você expandir sua marca e realizar negociações. É nesse momento que uma Análise de Mercado Internacional se faz importante. Além disso, os documentos, certificados e o conhecimento das demais burocracias brasileiras e do país destino são essenciais para realizar um planejamento de exportação elaborado de maneira estratégica, assim se mostrando indispensável para a entender a melhor forma de inserir corretamente o seu produto no mercado.


A XPORT Jr. Suporte e Consultoria Internacional é uma empresa júnior que atua no mercado há 10 anos, vinculada a Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, a XPORT executa serviços com excelência no âmbito internacional e presta consultoria a grandes investidores que almejam entrar no mercado internacional. Serviços como planejamento de exportação, busca por mercados-alvos e prospecção de mercados internacionais são nossas especialidades. Ficou curioso? Clique aqui e nos fale conosco!

82 visualizações0 comentário