Buscar
  • Vitória Santos

A Importância de um bom Planejamento de Exportação

Atualizado: há 2 dias



Dados cumulativos da balança comercial brasileira mostram que em relação ao período de janeiro à agosto de 2019, as exportações brasileiras somam um total de, aproximadamente, 149 bilhões de dólares. E mais que isso, dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços apontam que em 2018 as exportações somaram mais de 220 bilhões dólares, um número superior a 2017, com pouco mais 215 bilhões de dólares. Sendo assim, fica claro, diante da apresentação dos dados, o quanto a exportação é uma importante fomentadora da economia brasileira e o quanto esta atividade apresenta lucros e benefícios. Contudo, é de vital importância a compreensão de que a exportação é um processo longo e, por isso, deve ser executada de maneira cautelosa e com excelência.

O que é um planejamento de exportação?

Em primeiro lugar, uma exportação corresponde a nada menos do que a saída de um ou mais produtos ou serviços, seja ela de forma temporária ou definitiva, de um território para outro. Tendo isto em vista, um planejamento de exportação, plano de exportação ou até mesmo planejamento estratégico para exportação nada mais é do que um estudo e preparo minucioso que todo exportador em potencial deve ter e realizar, seja ele próprio ou ao contratar empresas especializadas nessa solução.

Ao se pensar então a inserir produtos no mercado internacional, alguns fatores devem ser levados em conta como: por que exportar?; o que exportar?; como exportar?; e por fim, para onde exportar? Perguntas como estas são importantes para o sucesso da comercialização internacional do produto e são o pontapé inicial para o planejamento, onde haverá uma relação completa de todas as etapas e procedimentos necessários a serem realizados pelo exportador.

Por que e o que exportar?

Sendo assim, por que exportar? Segundo dados da balança comercial da semana de 12 de agosto de 2019 mostram que as exportações brasileiras foram de um total 3.9 bilhões de dólares, mostrando um superávit em relação às importações de 3.4 bilhões de dólares. Mostrando-se assim um momento positivo para a inserção no comércio exterior. Outro motivo, seria o fato de que muitos produtores e empresários brasileiros não têm visto no mercado interno brasileiro uma absorção desejada de seus produtos, desejando assim expandir-se a nível internacional para obter maior lucro e retorno. Tendo em vista que a exportação é positiva e, em certos casos, necessária, deve-se buscar quais seriam os produtos com maior potencial à exportação.Tal escolha pode ser feita através do entendimento de quais seriam os produtos mais vantajosos tanto do ponto de vista de produção, quanto para venda e consumo no mercado, a fim de evitar prejuízos e maximizar lucros.

Como e para onde exportar?

Ao se ter em mente quais os produtos são mais vantajosos, principalmente, do ponto de vista do produtor, é de extrema necessidade a compreensão de como este processo é feito. Como já dito anteriormente, é um processo burocrático e envolto de diversas especificidades e caminhos que podem gerar eventuais erros, erros estes que podem gerar gastos desnecessários e prejuízos. Alguns erros que podem vir a acontecer são a falta de certificações ou legalidades necessárias por órgãos anuentes específicos. Desta forma, compreender todo o processo é vital e um planejamento de exportação pode ser de muita efetividade. Por fim, é de fundamental importância a compreensão de um local para a realização desta exportação. Um local destino para as exportações dos melhores produtos é uma das partes mais necessárias deste processo. Isso porque um destino adequado faz com o que o processo seja mais fadado ao sucesso e com menor probabilidade de erro. Tal pretensão ao sucesso se deve ao fato de que o destino certo teria uma boa adesão e absorção do produto tanto por parte do comprador ou distribuidor, quanto do próprio mercado consumidor, uma vez que se teria um cenário econômico viável de forma a gerar maior lucro para o produtor.

Qual seria, então, a necessidade de um bom planejamento de exportação?

Devido à complexidade envolta no processo de exportação e pelo mesmo ser um processo longo e envolvendo diversas fases extremamente dependentes uma da outra, como exemplo das documentações, erros podem ocorrer com frequência se não forem realizados por profissionais amplamente capacitados. Mais do que isso, erros em um processo como este geram prejuízos financeiros com custos relativamente altos. Uma exemplificação que explica um dos prejuízos seria a saída do produto do país de origem sem qualquer tipo de problema, porém não poder entrar no país destino por falta de alguma documentação ou especificação. Ademais, ter uma equipe voltada especificamente para a exportação em uma empresa de pequeno um médio porte acaba por não ser benéfico, uma vez que demanda um maior número de recursos humanos e monetários; além de desviar o foco da empresa como um todo e tornar o processo ainda mais demorado, uma vez que esta equipe iria necessitar treinamentos e um maior tempo para se capacitar, caso a mesma fosse realocada dentro da própria empresa. Desta forma, uma melhor solução é a contratação de empresas especializadas em realizar este tipo de solução internacional, de modo a visar redução de custos, erros, tempo e qualquer outro empecilho à exportação. Portanto, para garantir uma exportação segura e sem complicações e mais direta, contratar empresas de consultoria, como a XPORT Jr. é de suma importância para a garantia da melhor internacionalização para os seus produtos.

Ficou interessado? Entre em contato conosco aqui e saiba mais como podemos ajudar com a melhor solução possível sua necessidade!


65 visualizações
contato.xportjr@gmail.com
Rodovia BR 465, Km 7 - ICHS, UFRRJ, Seropédica
CNPJ: 20.994.947/0001-72
  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn